julho 28, 2021

A novidade do tempo visto de outra forma



à volta, 

sem som,

resguardavam-se em roupas

anelares,

com uma parcela de chuva por

cada ausência de terra,

rezavam num desnível de

força,

para se apoderarem da sorte,

das resmas de papel encardido,

sepultado pela ignorância,

onde havia flores de amor

rabiscadas pelo ódio,

e ingenuidade,

muita ingenuidade,...


tantos dias depois,

e depois de os rios terem

restabelecido o som do encantamento,

há um botão,

pressionado,

recomeça a história 

4 comentários:

  1. É o tempo que nos trás novidades.

    ResponderEliminar
  2. A volta sempre traz um questionamento: "Por que voltou"?
    Pra recomeço de uma história mal vivida, e que foram interrompidas, talvez...
    Ou recomeçar, talvez apresente novidades ....

    Poema instigante, metafórico, que mexe com meus neurônios, querido Porventura ( risos)

    Beijos sem mistérios , pra ti...

    ResponderEliminar
  3. Obrigado pela presença sempre encorajadora
    🙂

    ResponderEliminar

Acha disto que....

Etiquetas

Poesia (1107) Vida (869) Surreal (423) poemas (388) poema (356) escrita (274) Pensamentos (212) Homem (194) Introspecção (191) pensar (161) Escrever (133) abstrato (132) Textos (116) introspeção (87) Portugal (85) Sem Título (84) poesias (81) prosa (80) Sonhos (78) autores (78) Um dia gostava de saber escrever assim (75) imagem (75) Reflexão (72) youtube (69) musica (64) Contos (61) Tempo (59) Absurdo (57) Literatura (56) Amor (54) Passado (54) video (52) Sórdido (51) Política (45) tristeza (42) imagens (35) Ironia (34) pensamento (34) foto (33) História (30) gif (30) introspecao (30) Fantasia (29) Desilusão (28) Recordações (28) texto (27) Humor (25) cinema (24) Música (22) rotina (22) Dedicatória (21) Memória (21) Ficção (20) Morte (20) Divagações (19) desespero (19) Comiseração (18) dúvida (17) existência (17) fotos (17) ser (17) Desejos (16) Regresso (15) lisboa (15) Tumblr (14) recordar (14) solidão (14) irreal (13) quotidiano (13) Inatingivel (12) Pelo Menos (12) Texto # (12) Vídeos (12) ideias (12) real (12) sujeito (12) videos (12) Menina perfeita (11) Rimas (11) escritores (11) giphy (11) nonsense (11) presente (11) sentimentos (10) 'Depois de almoço' (9) escritaautomática (9) razão (9) Mundo (8) Religião (8) autor (8) blogue (8) fotografia (8) sonhar (8) sonho (8) Natal (7) Suspense (7) ausência (7) coisas estúpidas (7) curtas (7) ilusão (7) pessoal (7) relacionamentos (7) saudade (7) sombrio (7) subjetivo (7) surrealista (7) viver (7) vídeo (7) Discurso de (6) Diálogo (6) Homenagem (6) datas (6) desnorte (6) filmes (6) futuro (6) gatos (6) noite (6) qualquer coisa (6) Dia Mundial da Poesia (5) Viagens (5) aniversario (5) belo (5) cidade (5) ciidade (5) comédia (5) concursos (5) depressão (5) descrição (5) do nada (5) dor (5) espaço (5) imaginário (5) lembrança (5) linguagem (5) livros (5) luxos importados (5) língua (5) paginas partilhadas (5) pessoas (5) politica (5) prosa poética (5) reflexao (5) trabalho (5) Actualidade (4) Ali antes do almoço e a umas horas do sono (4) adeus (4) amargo (4) animais (4) arte (4) crossover (4) espera (4) família (4) ideia (4) interrogação (4) intervenção (4) meditação (4) poetar (4) poetas (4) sentir (4) social (4) subjectividade (4) terra (4) Gótico (3) Poemas de enternecer (3) Vício (3) abstração (3) aniversário (3) auto-conhecimento (3) beleza (3) breve (3) colaborações (3) conformismo (3) conhecer (3) conto (3) conversas (3) curtos (3) céu (3) desejo (3) destino (3) dia (3) eu (3) evento (3) familia (3) fim (3) lamentos (3) medo (3) mensagem (3) mulher (3) obscuro (3) outono (3) país (3) pessimismo (3) popular (3) porque sim (3) páginas partilhadas (3) realidade (3) sem sentido (3) sentimento (3) silêncio (3) tarde (3) é meu (3) 'abrir os olhos até ao branco' (2) 'na terra de' (2) América Latina (2) Denúncia (2) Fernando pessoa (2) Poemas música (2) Poesia abstrato (2) alegria (2) angustia (2) ao calhas (2) armagedão (2) atualidade (2) campo (2) certeza (2) condição humana (2) considerar (2) curto (2) decepção (2) desconexo (2) discurso (2) erotismo (2) fado (2) falhanço (2) filosofar (2) frase (2) hate myself (2) hesitações (2) indecisão (2) instrospeção (2) interior (2) jogo de palavras (2) jogos de palavras (2) lamento (2) leituras (2) lembrar (2) liberdade (2) link (2) loucura (2) luta (2) manhã (2) monólogo (2) parvoíces (2) passeio (2) perda (2) personalidade (2) pictures (2) psicose (2) racional (2) refletir (2) revolta (2) ridículo (2) riso (2) sem tema (2) sensibilidade (2) sentidos (2) sexo (2) simples (2) statement (2) subjetividade (2) tradicional (2) viagem (2) violência (2) Africa (1) Anuncio (1) Gig (1) Haikai (1) Justiça (1) Parabéns (1) Poesia escrita lisboa verão (1) Poeta (1) Teatro (1) Universo (1) acrescenta um ponto ao conto (1) agir (1) alienação (1) animado (1) anseio (1) ansiedade (1) antiguidade (1) análise (1) artistas (1) assunto (1) ausencia (1) blackadder (1) brincadeira (1) canto (1) cartas (1) citações (1) coletâneas (1) comida (1) conjetura (1) contribuições (1) cruel (1) crónica (1) cálculos (1) desafio (1) desanimo (1) descoberta (1) desenho (1) despedida (1) dialogo (1) discriminação (1) dissertar (1) distância (1) divulgação (1) doença (1) e tal (1) efeméride (1) embed (1) escreva (1) escrita criativa (1) estranho (1) estupidez (1) estória (1) estórias (1) exercício (1) explicar (1) falar (1) fatalismo (1) feelings (1) felicidade (1) festa (1) filosofia (1) fim de semana (1) final (1) fofinho (1) frases (1) futebol (1) guerra (1) haiku (1) horuscultuliterarte (1) humano (1) idade (1) ilusao (1) imaginar (1) imprensa (1) inatingível (1) indecente (1) infancia (1) infantil (1) inglês (1) iniciativas (1) insulto (1) inutil (1) inverno (1) irracional (1) jardim (1) já se comia qualquer coisa (1) lamechas (1) leitura (1) lengalenga (1) ler (1) letras (1) lingua (1) links (1) livre (1) mario viegas (1) melancolia (1) memórias (1) metáforas (1) moods (1) movies (1) (1) nada (1) natureza (1) nomes (1) novidade (1) não sei se um dia gostava de saber escrever assim (1) números (1) once upon a time (1) outono quente (1) pais (1) participações (1) pensáveis (1) pequeno (1) percepção (1) pintura (1) pobreza (1) português (1) praia (1) precisar (1) promoção (1) provocação (1) proximidade (1) prémios (1) qualquer coisa antes de almoço (1) quandistão (1) quarto esférico do fim (1) questionar (1) raiva (1) rap (1) recear (1) redes sociais (1) remorsos (1) renascer (1) residir (1) resposta (1) ridiculo (1) risco (1) ruído (1) saudades (1) sem titulo (1) sociedade (1) som (1) televisão (1) texto poético (1) tv (1) tweet (1) twitter (1) vazio (1) velhice (1) versos (1) vida escrita (1) vidasubjectividade (1) visão (1) vivência (1) voraz (1) voz (1) vuday (1) vulgar (1) África (1) ódio (1)