maio 25, 2021

O luto das palavras


 

A mesma coisa,

o luto nas palavras que não

contam,

um adeus anafado,

o fica cá estimulante,

com desejos de amor enlouquecido,...


tudo isto sempre que vem

mais saudade,

acabei de cortar uma rua,

para chegar mais rápido onde não

tenho de ir,

e sinto o cordão que,

indefeso,

ainda pendia do teu pescoço,

lembro-me do momento,

foi qualquer coisa enroquecida pela chuva,

desenhada com o acre da lama

no meio de nenhures,

tanto que só ficou o luto

das palavras,

e mais qualquer coisa por cima

do meio

2 comentários:

  1. As roturas parecem o fim do mundo mas, quase sempre, é o princípio de outro mundo, não necessariamente melhor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por alguma razão se chama rutura
      😊
      Obrigado pela presença

      Eliminar

Acha disto que....

Etiquetas

Poesia (1094) Vida (832) Surreal (410) poemas (366) poema (332) escrita (254) Pensamentos (212) Homem (194) Introspecção (191) pensar (149) Escrever (126) abstrato (126) Textos (116) Portugal (84) Sem Título (84) introspeção (84) prosa (79) Sonhos (78) autores (76) poesias (76) Um dia gostava de saber escrever assim (75) imagem (75) Reflexão (72) youtube (68) musica (62) Contos (61) Tempo (58) Absurdo (57) Literatura (56) Amor (52) Passado (52) video (52) Sórdido (51) Política (45) tristeza (42) imagens (35) Ironia (34) pensamento (33) foto (32) História (30) gif (30) Fantasia (29) introspecao (29) Desilusão (28) Recordações (28) texto (27) Humor (25) cinema (23) Música (22) Dedicatória (21) Memória (21) rotina (21) Ficção (20) Morte (20) Divagações (19) desespero (19) Comiseração (18) existência (17) fotos (17) Desejos (16) dúvida (16) Regresso (15) lisboa (15) ser (15) Tumblr (14) solidão (14) irreal (13) quotidiano (13) recordar (13) Pelo Menos (12) Texto # (12) Vídeos (12) ideias (12) sujeito (12) videos (12) Menina perfeita (11) Rimas (11) escritores (11) giphy (11) nonsense (11) real (11) Inatingivel (10) sentimentos (10) 'Depois de almoço' (9) escritaautomática (9) presente (9) razão (9) Mundo (8) Religião (8) autor (8) blogue (8) sonhar (8) sonho (8) Natal (7) Suspense (7) ausência (7) coisas estúpidas (7) curtas (7) fotografia (7) ilusão (7) pessoal (7) relacionamentos (7) saudade (7) sombrio (7) surrealista (7) vídeo (7) Discurso de (6) Diálogo (6) Homenagem (6) datas (6) desnorte (6) filmes (6) futuro (6) gatos (6) noite (6) qualquer coisa (6) subjetivo (6) viver (6) Dia Mundial da Poesia (5) Viagens (5) aniversario (5) belo (5) cidade (5) ciidade (5) comédia (5) depressão (5) descrição (5) do nada (5) dor (5) espaço (5) imaginário (5) lembrança (5) linguagem (5) livros (5) luxos importados (5) língua (5) paginas partilhadas (5) pessoas (5) politica (5) prosa poética (5) reflexao (5) trabalho (5) Actualidade (4) Ali antes do almoço e a umas horas do sono (4) adeus (4) amargo (4) animais (4) concursos (4) crossover (4) espera (4) família (4) ideia (4) interrogação (4) intervenção (4) meditação (4) poetar (4) sentir (4) social (4) subjectividade (4) terra (4) Gótico (3) Poemas de enternecer (3) Vício (3) aniversário (3) arte (3) auto-conhecimento (3) beleza (3) breve (3) colaborações (3) conformismo (3) conhecer (3) conto (3) conversas (3) curtos (3) céu (3) desejo (3) destino (3) dia (3) eu (3) evento (3) fim (3) lamentos (3) medo (3) mensagem (3) mulher (3) obscuro (3) outono (3) país (3) pessimismo (3) popular (3) porque sim (3) páginas partilhadas (3) realidade (3) sem sentido (3) sentimento (3) silêncio (3) tarde (3) é meu (3) 'abrir os olhos até ao branco' (2) 'na terra de' (2) América Latina (2) Denúncia (2) Fernando pessoa (2) Poemas música (2) Poesia abstrato (2) alegria (2) angustia (2) ao calhas (2) armagedão (2) atualidade (2) campo (2) certeza (2) condição humana (2) considerar (2) curto (2) decepção (2) desconexo (2) discurso (2) erotismo (2) fado (2) falhanço (2) familia (2) filosofar (2) frase (2) hate myself (2) hesitações (2) indecisão (2) instrospeção (2) interior (2) jogo de palavras (2) jogos de palavras (2) lamento (2) leituras (2) liberdade (2) link (2) loucura (2) luta (2) manhã (2) monólogo (2) parvoíces (2) passeio (2) perda (2) personalidade (2) pictures (2) poetas (2) psicose (2) refletir (2) revolta (2) ridículo (2) riso (2) sem tema (2) sensibilidade (2) sentidos (2) sexo (2) simples (2) statement (2) subjetividade (2) tradicional (2) viagem (2) violência (2) Africa (1) Gig (1) Haikai (1) Justiça (1) Parabéns (1) Poesia escrita lisboa verão (1) Poeta (1) Teatro (1) Universo (1) acrescenta um ponto ao conto (1) agir (1) alienação (1) animado (1) anseio (1) ansiedade (1) antiguidade (1) análise (1) artistas (1) assunto (1) blackadder (1) brincadeira (1) canto (1) cartas (1) citações (1) coletâneas (1) comida (1) conjetura (1) contribuições (1) cruel (1) crónica (1) cálculos (1) desafio (1) desanimo (1) descoberta (1) desenho (1) despedida (1) dialogo (1) discriminação (1) dissertar (1) distância (1) divulgação (1) doença (1) e tal (1) efeméride (1) embed (1) escreva (1) escrita criativa (1) estranho (1) estupidez (1) estória (1) estórias (1) exercício (1) explicar (1) falar (1) fatalismo (1) feelings (1) felicidade (1) festa (1) filosofia (1) fim de semana (1) final (1) fofinho (1) frases (1) futebol (1) guerra (1) haiku (1) horuscultuliterarte (1) humano (1) idade (1) ilusao (1) imaginar (1) imprensa (1) inatingível (1) indecente (1) infancia (1) inglês (1) iniciativas (1) insulto (1) inutil (1) inverno (1) irracional (1) jardim (1) já se comia qualquer coisa (1) lamechas (1) leitura (1) lembrar (1) lengalenga (1) letras (1) lingua (1) links (1) livre (1) mario viegas (1) melancolia (1) memórias (1) metáforas (1) moods (1) movies (1) (1) nada (1) natureza (1) nomes (1) novidade (1) não sei se um dia gostava de saber escrever assim (1) números (1) once upon a time (1) outono quente (1) pais (1) participações (1) pensáveis (1) pequeno (1) percepção (1) pintura (1) pobreza (1) português (1) praia (1) precisar (1) promoção (1) provocação (1) proximidade (1) prémios (1) qualquer coisa antes de almoço (1) quandistão (1) quarto esférico do fim (1) questionar (1) racional (1) raiva (1) rap (1) recear (1) redes sociais (1) remorsos (1) renascer (1) residir (1) resposta (1) ridiculo (1) risco (1) ruído (1) saudades (1) sem titulo (1) sociedade (1) som (1) televisão (1) texto poético (1) tv (1) tweet (1) twitter (1) vazio (1) velhice (1) versos (1) vida escrita (1) vidasubjectividade (1) visão (1) vivência (1) voraz (1) voz (1) vuday (1) vulgar (1) África (1) ódio (1)