2020/12/06

Unhas

 



Tantas perguntas,

Tantas unhas com perguntas dentro,

Cortadas rente,

Indagando pelo mar,

E as pessoas que gravitam em redor do sujo das manhãs,...


Disponível para a fração de uma lenta memória,

Sem parar de questionar a importância de uma inspiração fora de tempo,

De querer criar sem a lonjura necessária,... 


Tanta pergunta, 

e o poeta sem languidez

 para mais sexo aos quadrados 

8 comentários:

  1. O poeta, as pessoas e a oportunidade da escrita.
    Boa Noite.

    ResponderEliminar
  2. Intenso, profundo, na pura divagação do imaginário poético.
    .
    Domingo feliz
    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  3. E, nessa liberdade de escrita surrealista, até as bolas podem ser quadradas!!
    Sabe o que lhe digo? Nisto da poesia, como em tudo, quem tem unhas é que toca guitarra. :-)

    Bom Domingo!

    ResponderEliminar
  4. Bolas quadradas 😊
    Obrigado pela presença

    ResponderEliminar
  5. Inquietação do poeta. Não há tempo estipulado para a escrita, apenas motivação. Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida.
      É essa motivação que eu procuro sempre manter em alta
      😊

      Eliminar

Acha disto que....

Etiquetas

Poesia (1357) Vida (1250) poemas (682) Surreal (584) poema (534) pensar (517) escrita (366) poesias (347) ser (236) Pensamentos (215) Escrever (211) Homem (201) Introspecção (197) abstrato (191) prosa (165) Textos (118) introspeção (109) autores (108) Reflexão (99) imagem (93) Portugal (89) youtube (88) Um dia gostava de saber escrever assim (86) musica (86) Passado (84) Sem Título (84) Amor (81) Sonhos (78) Tempo (75) Literatura (69) Absurdo (62) Contos (61) video (58) Política (51) Sórdido (51) texto (45) tristeza (44) rotina (43) foto (42) pensamento (42) História (41) real (41) imagens (38) razão (38) Música (37) Ironia (36) cinema (33) gif (33) introspecao (33) Fantasia (31) Ficção (31) recordar (31) Desilusão (28) Recordações (28) Humor (25) Memória (25) pessoal (23) presente (23) Dedicatória (22) desespero (22) fotos (22) lisboa (22) refletir (22) Morte (21) Divagações (19) existência (19) Comiseração (18) Desejos (18) dúvida (18) razao (18) viver (18) abstração (17) reflexao (17) Inatingivel (16) Viagens (16) saudade (16) Regresso (15) irreal (15) quotidiano (15) videos (15) Natal (14) Tumblr (14) ideias (14) solidão (14) sonho (14) Religião (13) Vídeos (13) sentir (13) Pelo Menos (12) Rimas (12) Texto # (12) autor (12) escritores (12) mulher (12) politica (12) sonhar (12) sujeito (12) Menina perfeita (11) cidade (11) desejo (11) giphy (11) noite (11) nonsense (11) aniversário (10) arte (10) blogue (10) dissertar (10) escritaautomática (10) pessoas (10) relacionamentos (10) sentimentos (10) vídeo (10) 'Depois de almoço' (9) blog (9) fotografia (9) ilusão (9) sombrio (9) surrealista (9) Mundo (8) ausência (8) curtas (8) dia (8) familia (8) futuro (8) livros (8) poetas (8) prosa poética (8) racional (8) Dia Mundial da Poesia (7) Suspense (7) coisas estúpidas (7) filmes (7) filosofia (7) social (7) subjetivo (7) Discurso de (6) Diálogo (6) Homenagem (6) Inatingiveis (6) aniversario (6) datas (6) depressão (6) desnorte (6) dor (6) filosofar (6) gatos (6) lembrança (6) loucura (6) medo (6) qualquer coisa (6) trabalho (6) adeus (5) belo (5) ciidade (5) comédia (5) concursos (5) condição humana (5) conhecer (5) corpo (5) curto (5) curtos (5) descrição (5) do nada (5) espaço (5) família (5) festa (5) festas (5) ideia (5) imaginário (5) linguagem (5) luxos importados (5) língua (5) meditação (5) paginas partilhadas (5) strand of oaks (5) terra (5) Actualidade (4) Ali antes do almoço e a umas horas do sono (4) amargo (4) animais (4) artistas (4) auto-conhecimento (4) breve (4) considerar (4) conto (4) crossover (4) espera (4) eu (4) ilusao (4) interrogação (4) intervenção (4) irracional (4) poetar (4) realidade (4) sociedade (4) subjectividade (4) tarde (4) viagem (4) violência (4) Blog inatingiveis (3) Gótico (3) Livro (3) Poemas de enternecer (3) Porsia (3) Vício (3) beleza (3) campo (3) colaborações (3) conformismo (3) conversas (3) céu (3) destino (3) erotismo (3) evento (3) existir (3) falar (3) fim (3) imaginar (3) internet (3) lamento (3) lamentos (3) ler (3) liberdade (3) link (3) manhã (3) mensagem (3) obscuro (3) outono (3) país (3) pessimismo (3) popular (3) porque sim (3) páginas partilhadas (3) religiao (3) riso (3) sem sentido (3) sentimento (3) silêncio (3) umdiagostavadesaberescreverassim (3) vida pensar (3) é meu (3) 'abrir os olhos até ao branco' (2) 'na terra de' (2) América Latina (2) Denúncia (2) Fernando pessoa (2) Poemas música (2) Poesia abstrato (2) alegria (2) amizade (2) angustia (2) animado (2) ano (2) ao calhas (2) armagedão (2) atualidade (2) certeza (2) decepção (2) desconexo (2) diamundialdapoesia (2) discurso (2) duvida (2) efeméride (2) ela (2) fado (2) falhanço (2) felicidade (2) frase (2) frases (2) guerra (2) hate myself (2) hesitações (2) humano (2) indecisão (2) individualidade (2) infancia (2) instrospeção (2) insulto (2) interior (2) internacional (2) jogo de palavras (2) jogos de palavras (2) l (2) leituras (2) lembrar (2) lingua (2) luta (2) luz (2) monólogo (2) nomes (2) parvoíces (2) passeio (2) pensar surreal (2) perda (2) personalidade (2) pessoa (2) pictures (2) pintura (2) prosas (2) prémios (2) psicose (2) questionar (2) revolta (2) ridículo (2) rural (2) saudades (2) sem tema (2) sensibilidade (2) sentidos (2) sexo (2) simples (2) soturno (2) spotifiy (2) statement (2) subjetividade (2) tradicional (2) versos (2) vida escrita (2) vivência (2) Africa (1) Anuncio (1) BD (1) Ferias (1) Gig (1) Haikai (1) Justiça (1) Parabéns (1) Poemws (1) Poesia escrita lisboa verão (1) Poesiaa (1) Poesias ser (1) Poeta (1) Prosa cinema (1) Prosa mulher (1) Teatro (1) Universo (1) abstracao (1) acomodações do dia (1) acrescenta um ponto ao conto (1) admissão (1) agir (1) alienação (1) amor passado (1) anseio (1) ansiedade (1) antigo (1) antiguidade (1) análise (1) anúncio (1) arrependimento (1) assunto (1) ausencia (1) auto (1) blackadder (1) brincadeira (1) canto (1) cartas (1) casa (1) casal (1) celebração (1) choro (1) citações (1) coletâneas (1) comida (1) companhia (1) conceito (1) conjetura (1) contribuições (1) cruel (1) crónica (1) culpa (1) cultura (1) curta (1) cálculos (1) desafio (1) desanimo (1) descoberta (1) desenhar (1) desenho (1) despedida (1) dia da mulher (1) dialogo (1) discriminação (1) distância (1) divulgação (1) doença (1) e tal (1) eletricidade (1) embed (1) escreva (1) escrita criativa (1) escuridão (1) estetica (1) estrangeiro (1) estranho (1) estupidez (1) estória (1) estórias (1) exercício (1) existencial (1) explicar (1) fatalismo (1) feelings (1) feriado (1) filme (1) fim de semana (1) final (1) fofinho (1) futebol (1) gifs (1) gostar (1) haiku (1) haver (1) horas (1) horuscultuliterarte (1) idade (1) imagem ser (1) imprensa (1) inatingível (1) indecente (1) infantil (1) inglês (1) iniciativas (1) inutil (1) inverno (1) jardim (1) já se comia qualquer coisa (1) lamechas (1) leitura (1) lengalenga (1) letras (1) links (1) livre (1) lugar (1) línguas (1) mario viegas (1) melancolia (1) memórias (1) metáforas (1) mistério (1) moods (1) movies (1) (1) nada (1) natureza (1) nobel (1) noite vida (1) novidade (1) não sei se um dia gostava de saber escrever assim (1) números (1) obras (1) once upon a time (1) outono quente (1) pais (1) palavra (1) palavras (1) participações (1) partir (1) paz (1) pensar vida (1) penssr (1) pensáveis (1) pequeno (1) percepção (1) perceção (1) pobreza (1) português (1) post (1) praia (1) precisar (1) problema (1) procura (1) promoção (1) provocação (1) proximidade (1) qualquer coisa antes de almoço (1) quandistão (1) quarto esférico do fim (1) raiva (1) rap (1) realismo (1) recear (1) recordação (1) redes sociais (1) remorsos (1) renascer (1) residir (1) resistência (1) resposta (1) reveillon (1) ridiculo (1) risco (1) ruído (1) segredos (1) sem titulo (1) sensual (1) ser pensar (1) ser pessoas (1) silencio (1) som (1) surreal pensar (1) surrreal (1) sátira (1) sóporquesim (1) televisão (1) texto poético (1) tv (1) tweet (1) twitter (1) urgência (1) vazio (1) velhice (1) ver (1) verbo (1) verbos (1) viajar (1) vida ser (1) vidas (1) vidasubjectividade (1) visão (1) voraz (1) voz (1) vuday (1) vulgar (1) África (1) ódio (1)