domingo, abril 16, 2017

:_:

passas sol, 
a chuva leva merda atrás dos teus sapatos de ouro gasto, 
linda feia, 
solta presa, 
o contrário da meta do teu sorriso é o fecho dos teus passos, 
sabes? 
sou o que te lembraste a adormecer, 
o envio do teu ser para o recôndito deste universo podre, 
para dar luz, 
para soprar vida, 
e depois voltar a parecer um raio de sol preso no olhar, 
e no fim? 
no fim ficar a olhar para o tempo 
que se esvai no círculo concéntrico de 
querer não estar só…..



Sem comentários:

Enviar um comentário

Acha disto que....

Publicação em destaque

Somados à subtração....

caso,  somos dois perto da parte indiscreta do sol, solução, deixar estar a brisa inconstante da razão aqui, ao pé do ouvido do coraç...